Como você gerencia suas emoções no trabalho? (4ª Parte)

Chegamos na etapa final e até agora já dispomos de alguns ingredientes de como gerenciar as emoções. Neste ciclo podemos perceber que quando somos tomados por uma emoção é porque alguma coisa está acontecendo, dependendo da situação pode ser positivo ou negativo. Então, podemos imaginar que a vida sem emoção seria difícil, já que ela é a razão da qual vivemos diante das decisões que deparamos ao longo da nossa vida.

Diante disso, qual é a aplicação mais importante para o gerenciamento das emoções? A princípio, a forma de como gerenciamos o nosso pensamento é a chave de como gerenciar as emoções, pois o modo como sentimos está associado ao modo de como interpretamos o nosso pensamento sobre uma determinada situação. A situação em si não determina diretamente como sentimos, entretanto, a resposta emocional é intermediada pela percepção, ou seja, a forma como o pensamento opera na mente e capta a percepção. Por exemplo, enquanto você está lendo um anúncio, sua mente focaliza as informações tentando captar para integrar qual mensagem o anúncio transmite e você, muitas vezes, nem percebe esse processo pelo fato dele ser automático.

Deste modo, ao estabelecer as metas de como gerenciar a emoção, também é fundamental desenvolver a ferramenta que direcione a sua consciência para ampliar o pensamento automático, em particular, o fato de se reconhecer quando e como as emoções ou desejos distorcem a própria percepção, é saber também gerenciar o pensamento através da consciência.

No modelo do Coaching Cognitivo, usarei exemplos de como gerenciar o pensamento automático a partir das metas, porém vamos entender primeiramente o que é Coaching Cognitivo? “Coaching é um processo de parceria com cliente com finalidade de facilitar e apoiar o indivíduo a dirigir sua energia e esforços para reconhecer os obstáculos e melhorar o desempenho diante do seu potencial interno. ” “Cognitivo é ato ou processo da aquisição do conhecimento que envolve as áreas, da percepção, da atenção, da memória, do raciocínio, do juízo, do pensamento e da linguagem. ” A junção do Coaching Cognitivo se dá na interação do processo de pensamento de modo consciente, a fim de ampliar a percepção que ocorre ao redor com intuito de estabelecer metas com objetivo claro e real para facilitar o desempenho tanto no âmbito social, profissional e pessoal e, por fim proporcionar o crescimento de modo criativo e saudável.

Importante que ao iniciar os primeiros passos para elaborar as metas, perceba que quando o seu humor muda ou intensifica, principalmente ser for uma situação de incomodo ou negativo, o que ocorre no seu corpo? Agora veja quais são as sensações despertadas associadas com as emoções experimentadas? Você se lembra quando aprendeu “algo” que a princípio foi difícil, ou estranho porque não possuía no início as habilidades exigidas, e quando passou a dominar e ser capaz de realizar a tarefa, logo você sentiu confiança e, consequentemente, a satisfação.

Para o gerenciamento das emoções, também não é muito diferente, talvez você pode achar difícil, impossível ou até mesmo estranho, mas se você manter as suas metas pequenas e realistas, os pequenos ganhos podem se tornar um grande progresso na habilidade de gerenciar suas emoções.

Lembra que a situação em si não determina como você se sente, mas a resposta emocional vem através da percepção, então o modelo do Coaching Cognitivo opera diretamente no pensamento, principalmente aqueles pensamentos automáticos e, geralmente a causa de um comportamento inapropriado é despertado pelo pensamento automático negativo, pois quando não é mapeado de forma segura e consciente, pode haver distorção da percepção, em seguida, gerar o pensamento automático contextualizada de forma não real.

Por exemplo, você participou de uma reunião da qual a finalidade foi distribuir algumas tarefas do projeto, nessa reunião participaram quatro stakeholders, sendo que um deles é você. Na distribuição das tarefas você saiu com uma sensação de incomodo sentindo que você ficou com a maior parte da tarefa, principalmente aquelas consideradas as mais difíceis, logo você pensa, a distribuição foi injusta. O primeiro pensamento automático “folgados, eles estão aproveitando de mim. ”  Quando você não está consciente dos fatos, certamente os detalhes podem ser dispersos e, consequentemente despertar os pensamentos automáticos distorcidos.

O gerenciamento das emoções no modelo Coaching Cognitivo ajuda a estabelecer metas de como você pode estruturar o seu pensamento de modo consciente, e aprender adquirir a autoconfiança para realizar ações bem-sucedidas:

  1. Primeiro: verificar como anda, ou está o seu estado humor;
  2. Segundo: faça o exercício da autoconsciência;
  3. Terceiro: perceba como o seu autocontrole está sendo praticado nos momentos considerados conflitivos;
  4. Quarto: como você gerencia o seu pensamento, principalmente aqueles automáticos;
  5. Quinto concentre nessas etapas acima, e estabeleça meta da qual o seu objetivo é gerenciar suas emoções.

A princípio, o mais importante é examinar os pensamentos automáticos, tendo a percepção ampliada dos fatos, ajuda a não ocorrer distorções causadas por opiniões, julgamentos, medo, preocupações e expectativas para obter no final um pensamento consciente e, através da autoconsciência você poderá acessar e reconhecer os fatos internos que distorcem a sua percepção.

Utilize os sentidos e tenha a consciência do seu corpo para mapear o seu estado emocional, ou seja, quando você é o seu próprio guia, ajuda a mapear os “gatilhos” dos pensamentos automáticos negativos, mais para isso, estabeleça meta de como você irá gerenciar as emoções.

Esteja pronto para responder os pensamentos automáticos negativos, ao estabelecer metas que aumentem a sua confiança e seu desempenho ao estabelecer ações estratégicas com passos práticos e reais no modelo do Coaching Cognitivo:

Reconheço quando um pensamento automático é expresso de maneira negativo?

Para modificar esse pensamento:

  • O que impede você?
  • O que você vai fazer?
  • Quando você vai fazer?
  • Esta ação vai atingir a sua satisfação?
  • Quais obstáculos você poderá encontrar?
  • O que precisa fazer?
  • De que apoio preciso?

Ao colocar em pratica as metas, você perceberá como será útil para modificar os pensamentos automáticos negativos e, certamente ajudará a ampliar a sua percepção de modo consciente a fim de gerenciar as suas emoções. Finalmente, o grande segredo para lidar com o sentimento é trabalhar com três fatores: Pensamento, Emoção e Ação.

Para refletir no seu dia a dia:

  • Evita emoção negativa?
  • Tenta ser perfeito?
  • É exageradamente responsável?
  • Evita proximidade?
  • Busca reconhecimento?
  • Evita confronto?
  • Tenta controlar as situações?
  • Age de forma impulsiva?
  • Tenta agradar os outros?
  • Provoca os outros?
  • Age de forma autoritário?
  • Evita receber feedbacks?
  • Tende a isolar?

Por: Luciane Rodrigues – Corporate Development and Personnel Manager – ERP Marketplace

Fontes Pesquisadas:

Andrea Lages e Joseph O’Connor. Como o Coaching Funciona. 2010

Augusto Cury. Gestão da Emoção. 2015

Daniel Goleman, O cérebro e a Inteligência Emocional – Novas Perspectivas. 2012

Jonh Writmore. Coaching para performance. 2012

Joseph Le Doux. O cérebro Emocional. 2011

Judith Beck. Teoria Cognitivo Comportamental. 2013

Paulo Vieira. O poder da Ação. 2015

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *